Artigo

Mia Couto e Agualusa entre os convidados do festival literário Morabeza em Outubro

O festival literário Morabeza acontece em outubro.

livro

créditos: Imagem: SXC

Cabo Verde vai inaugurar em Outubro, na Cidade da Praia, o festival literário Morabeza, estando entre os convidados os escritores Mia Couto (Moçambique) e José Eduardo Agualusa (Angola), anunciou hoje o Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas.

Abraão Vicente, que intervinha na tarde de hoje no Parlamento, apontou ainda os nomes dos escritores portugueses Valter Hugo Mãe e Afonso Cruz entre os convidados do evento, no qual perspectiva a presença de todos os “grandes escritores” cabo-verdianos.

“Estarão presentes não só aqui na Cidade da Praia, mas também estamos a desenhar a sua extensão a Mindelo, a nossa ambição como tenho dito aos presidentes de câmaras é fazer com que estes eventos também sejam nacionais”, disse, precisando que a querem levar eventos culturais para todas as ilhas.

O evento, que se vai realizar entre a última semana de Outubro e a primeira de Novembro na Cidade da Praia, vai incluir ‘workshops’ ligados à escrita criativa, à publicação, à edição de livros e à tradução.

À Lusa, o ministro disse que um dos objectivos é conseguir que os autores cabo-verdianos sejam mais traduzidos e já ter discutido com o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura e com o presidente do Instituto Cultural de Macau “sobre a possibilidade de se traduzir obras para chinês e outros idiomas”.

“É uma estratégia nossa, não só reeditar edições originais, mas fazer com que autores cabo-verdianos sejam introduzidos e traduzidos noutros mercados”, explicou.

Quanto à feira literária do próximo ano, avançou hoje no Parlamento que estão em negociações com as editoras portuguesas e brasileiras no sentido de que esses lhes concessionem livros para venderem, assegurando aos deputados que se há área que não está esquecida é a literatura.

Contratação de um director artístico, plano de acção 2017/2020 já desenhado para o Centro Cultural do Mindelo, bem como o financiamento de cerca de 40 mil contos para a requalificação arquitectónica do Centro de Artesanato e Design são outras das novidades elencadas pelo governante.

Abraão Vicente anunciou ainda uma visita no mês de Julho à ilha do Maio com Tabanca e a questão do património na agenda, bem como um correspondente da RTC para o município do Tarrafal de São Nicolau.

Comentários