Com a maioria dos cinemas no mundo fechados por causa da COVID-19, bastam as receitas dos poucos países que são a exceção para se encontrarem os mais improváveis campeões de bilheteira.

Os tempos estranhos da pandemia fizeram de "A Plataforma" o filme mais visto nos cinemas a "nível mundial" no último fim de semana.

Sim, trata-se do "thriller" espanhol que se tornou uma sensação após ficar disponível na Netlix a 20 de março e cuja história se passava num futuro distópico onde os reclusos de uma prisão são mantidos em celas dispostas na vertical e comem as sobras dos que se encontram nos pisos superiores.

Os cinemas da Coreia do Sul já reabriam, mas faltam títulos novos: segundo o Box Office Mojo, bastou o equivalente a 176.509 dólares da estreia em 228 cinemas naquele país para o filme de Galder Gaztelu-Urrutia "dominar" as bilheteiras a nível mundial entre 15 e 17 de maio.

LEIA A CRÍTICA "A PLATAFORMA".

Muito atrás ficou o filme de terror "The Wretched", sobre um miúdo que descobre uma bruxa a viver numa floresta próxima, que arrecadou 92 mil dólares graças à exibição em cerca de duas dezenas de cinemas ao ar livre nos EUA.

Anteriormente, os cinemas reabertos na Coreia do Sul já tinham feito do mais recente filme de Woody Allen um improvável "campeão": "Um Dia de Chuva em Nova Iorque" arrecadou cerca de 340 mil dólares na estreia entre 6 e 10 de maio.

Atrás, ficaram "La Belle Époque", que somou 35 mil dólares na Austrália, e a animação da Pixar "Bora Lá", que conseguiu 17 mil dólares na Noruega ("The Wretched" chegou quase a 70 mil dólares nos EUA).

VEJA O TRAILER "A PLATAFORMA".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.