Brad Pitt apresentou esta quinta-feira (29) no Festival de Cinema de Veneza o seu novo filme "Ad Astra", de James Gray, uma odisseia íntima no espaço em busca de um pai perdido.

"Foi o maior desafio de toda a minha carreira", disse o ator na conferência de imprensa de apresentação do filme, do qual é também coprodutor.

Com uma linguagem clara e sofisticada, Pitt contou que se trata de um filme delicado, que fala da "masculinidade", mas também da "dor" e da "vergonha", barreiras que os homens costumam negar.

A estrela de Hollywood, de 55 anos, interpreta um homem maduro, quase com autismo, um personagem enigmático, cujas olheiras e rugas estão em evidência graças aos abundantes planos fechados.

Óscar para Brad Pitt?

A aventura de Pitt no espaço, em competição com 20 filmes em Veneza, pode levá-lo a receber o seu primeiro Óscar como ator (já ganhou a estatueta como um dos produtores de "12 Anos Escravo").

Questionado sobre essa possibilidade, Pitt limitou-se a sorrir.

Mais do que um filme de ficção científica, ou de uma nova versão de "2001 - Odisseia no Espaço" (1968) por causa dos seus efeitos especiais, o filme de Gray, cineasta reconhecido por obras como "Viver e Morrer em Little Odessa" (1994) e "A Cidade Perdida de Z" (2016), é um filme sobre os sentimentos.

"Foi um trabalho duro. Desde o início, você questiona por que estamos no mundo, sobre a vida e a morte", explicou Pitt, que interpreta o astronauta Roy McBride.

A sua viagem pelo espaço em busca do seu pai que desapareceu durante uma missão a Neptuno 20 anos antes é, antes de tudo, um encontro com ele mesmo, com os seus fantasmas.

"Foi um esforço de equilíbrio para manter o estilo subtil e delicado", resumiu o ator, que elogiou o trabalho do realizador.

O imenso espaço resulta, de qualquer modo, num lugar hostil e sombrio e também um pretexto para uma travessia interior, uma busca do pai.

"Quis contar uma pequena história no meio do imenso cosmos", reconheceu James Gray, que se inspirou em "O Coração das Trevas", de Joseph Conrad, e "Moby Dick", de Herman Melville.

"Ad Astra" estreia nos cinemas portugueses a 19 de setembro.

VEJA O TRAILER.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.