"Angry Birds - O Filme" entrou para o primeiro lugar das bilheteiras na estreia nos Estados Unidos.

A adaptação do videojogo fez 39 milhões de dólares em 3932 salas de cinema.

Trata-se de um valor que se enquadra dentro do que esperava o estúdio Sony para o projeto que terá custado 73 milhões, a que se têm de acrescentar 300 da campanha de marketing, pelo que as receitas de outros mercados serão importantes para perceber se o investimento foi um sucesso.

Aí tudo parece bem encaminhado: as receitas internacionais já chegaram aos 112 milhões, graças principalmente à popularidade na China. E ainda falta fazer as contas aos muitos acordos comerciais em redor do filme, envolvendo brinquedos, jogos, etc.

O valor nos Estados Unidos já foi, no entanto, suficiente para destronar "Capitão América: Guerra Civil" da liderança.

Na sua terceira semana em cartaz, o mais recente capítulo da Marvel ficou em segundo lugar com cerca de 33 milhões e um total de 346,5. Globalmente, já ultrapassou a importante meta dos mil milhões de dólares: está nos 1,053.

Já "Má Vizinhança 2", que volta a juntar Seth Rogen e Zac Efron, adicionando o 'girl power' de Chloë Grace Moretz e das suas amigas de faculdade, fez 21,8 milhões e ficou em terceiro, muito abaixo dos 49 com que o filme de 2014 começou.

Uma vez que o orçamento terá sido de 35 milhões, o que é baixo para uma sequela, o filme não será um fracasso comercial, mas o valor será visto como uma desilusão, tanto mais que o estúdio Universal já tinha baixado as expetativas para o intervalo entre os 33 e 40 milhões.

Em quarto lugar ficou "Bons Rapazes", com o dueto formado por Russell Crowe e Ryan Gosling, com 11,3 milhões.

O valor corresponde ao que era esperado, mas é modesto para um filme com estas estrelas, que o promoveram incansavelmente, e bem recebido pelos críticos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.