O ator Brad Pitt comunicou esta segunda-feira com a Estação Espacial Internacional (ISS) e a conversa que teve com o astronauta americano Nick Hague concentrou-se nas consequências inesperadas de viver sem gravidade.

"A calosidade dos meus pés basicamente desapareceu porque não caminho mais sobre as plantas dos meus pés", explicou Nick Hague, que ocupa atualmente a Estação Espacial Internacional (ISS), com outros dois astronautas americanos, dois russos e um italiano.

"Mas tenho calos na parte superior do pé, no dedo grande, porque agarro-me constantemente às coisas com ele", acrescentou.

"É uma das muitas coisas estranhas em que não se pensa na Terra", disse o astronauta.

"É incrível", respondeu Pitt.

Nick Hague à conversa com Brad Pitt

O ator americano fez uma ligação com vídeo de 20 minutos na sede da Nasa em Washington. A conversa foi transmitida na Nasa TV e faz parte da campanha de promoção do filme "Ad Astra", no qual Pitt interpreta um astronauta enviado numa missão arriscada nos confins do sistema solar.

"Falemos de mim. Como fomos? Como ficou a nossa microgravidade?", perguntou o ator.

"Foi muito boa", respondeu o astronauta.

A seguir, Pitt perguntou-lhe sobre o ritmo de vida a bordo da ISS (trabalham de 7H30 a 19H30), sobre quem se ocupa de pôr música ("nos revezamos") e se os astronautas puderam observar a recente tentativa falha de pouso de uma sonda indiana ("Infelizmente não").

No final, o ator perguntou: "Quem foi mais credível, Clooney [pelo seu papel em "Gravidade"] ou Pitt?".

"Você, com certeza", respondeu o astronauta.

"As Astra" chega aos cinemas portugueses esta semana.

VEJA O TRAILER.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.