Bradley Cooper não tenciona ir em digressão com Lady Gaga para interpretar as canções de "Assim Nasce Uma Estrela", mas ainda tem planos à volta do filme.

O filme sobre um músico alcoólico em fase descentente na carreira que descobre e se apaixona por uma jovem artista foi um grande sucesso comercial e recebeu oito nomeações para os Óscares, ganhando a estatueta de Melhor Canção por "Shallow".

Agora, o ator, realizador, argumentista produtor do grande sucesso gostaria de recriar o filme com a artista mais uma vez, mas em palco.

"O que acho que seria uma coisa gira de fazer, talvez uma noite, seria uma leitura ao vivo do argumento e interpretar todas as canções quando o fazemos, tipo no Hollywood Bowl ao algo do género", explicou a Ellen DeGeneres no seu programa após recusar a sugestão de entrar em várias espetáculos.

Se a ideia se concretizar, seria a terceira vez que Bradley Cooper e Lady Gaga interpretariam "Shallow" ao vivo, após a presença em janeiro no espetáculo que a artista mantém em Las Vegas e da histórica atuação nos Óscares.

Da única câmara à iluminação até ao apaixonado plano final dos dois, tudo naquele momento na cerimónia foi planeado por Cooper, que partilhou com a apresentadora o que sentiu.

"Na verdade, não estava nervoso porque trabalhei imenso e Lady Gaga é tão prestável. Mas foi assustador. Porque não sou um cantor e não cantei antes deste filme, portanto foi realmente alucinante. Mas só mostra que se trabalharmos bastante e estivermos com pessoas que nos apoiam, podemos fazer coisas que nunca sonhámos serem possíveis. Porque pensei a sério na coisa dos Óscares, as pessoas nunca voltariam a ver o filme outra vez se fosse mau. Foi uma daquelas coisas. Soube bem", recordou.

RECORDE ESSE MOMENTO.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.