O ator vencedor do Óscar Cuba Gooding Jr. irá ser julgado por ter apalpado uma mulher em Nova Iorque após o tribunal rejeitar o seu pedido de arquivamento do caso.

Gooding, 51 anos, é acusado de agarrar o seio de uma mulher sem o seu consentimento num bar em Manhattan numa noite de junho.

O ator é acusado de tocar a mulher à força e pode ser condenado a uma pena até um ano de prisão se for considerado culpado.

Gooding nega as acusações e os seus advogados solicitaram que fossem arquivadas, afirmando que as imagens das câmaras de segurança do bar mostravam que o seu cliente era inocente.

Mas na quarta-feira, a juíza do tribunal criminal do estado de Nova Iorque Phyllis Chu rejeitou o pedido, dizendo que relatos divergentes sobre o que aconteceu só poderiam ser resolvidos em julgamento.

"O tribunal considera que o réu não cumpriu com o seu ónus de apresentar razões convincentes para justificar o indeferimento", disse Chu numa decisão escrita consultada pela agência AFP.

A decisão foi divulgada esta quinta-feira.

Gooding entregou-se à polícia em 13 de junho e foi solto no mesmo dia, sem fiança.

O julgamento está marcado para começar a 3 de setembro.

Gooding ganhou um óscar em 1997 por interpretar um jogador de futebol americano em "Jerry Maguire".

Mais recentemente ganhou destaque pelo papel de O.J. Simpson na série "The People vs OJ Simpson: American Crime Story".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.