O próximo filme da saga James Bond vai apresentar uma versão feminina do espião, diz o The Daily Mail.

Embora o jornal não seja a fonte mais fiável de informação, a ideia é intrigante: seria esse o papel de Lashana Lynch, conhecida por ter interpretado a melhor amiga de "Capitão Marvel" (Brie Larson) na Força Aérea.

A atriz britânica de 31 anos foi apresentada oficialmente nas redes oficias da saga a 25 de abril, onde surgiram comentários de utilizadores a dizer que era a nova 007 que passaram despercebidos.

Na história do "Bond 25" ainda sem título oficial, ela seria encarregue da missão de encontrar a personagem da Daniel Craig e convencê-lo a regressar para uma nova missão, abandonando a reforma anunciada no final de "007 Spectre" (2015).

Segundo a fonte, "existe uma cena essencial no início do filme em que o M [interpretado por Ralph Fiennes] diz 'Entre, 007' e aparece a Lashana, que é negra, linda e uma mulher. É um momento de deixar cair o pacote das pipocas. Bond continua a ser Bond, mas ele foi substituído como 007 por esta mulher espantosa".

"Naturalmente que o Bond se sente sexualmente atraído pela nova 007 feminina e tenta usar os seus truques de sedução, mas fica espantado quando eles não funcionam numa jovem mulher negra brilhante que essencialmente revira os olhos e diz que não tem interesse em saltar para a cama dele", acrescenta.

"Existem cenas espetaculares de carro e lutas e Bond continua ser Bond, mas vai ter de aprender a lidar com o mundo do #MeToo", conclui esta fonte do The Daily Mail.

Esta revolução na saga teria sido ideia da atriz e argumentista Phoebe Waller-Bridge, conhecida pelo trabalho nas séries "Crashing", "The Fleabag" e "Killing Eve", que recentemente afirmou que a saga continuava a ser relevante mas o agente secreto tinha de evoluir e o que era mais importante é que o filme tratasse "as mulheres como deve ser".

O filme realizado por Cary Fukunaga vai arrancar com 007 de férias na Jamaica, a sua "casa espiritual" e Noruega, Itália e Inglaterra são outros locais das filmagens.

Apesar de ainda não ter título oficial, vai contar com os regressos ainda de Rory Kinnear (Tanner), Ben Whishaw (Q), Naomie Harris (Moneypenny) e Jeffrey Wright (Felix Leiter), além da própria Léa Seydoux.

O vilão será Rami Malek, vencedor do Óscar de Melhor Ator por encarnar Freddie Mercury em "Bohemian Rhapsody", mas Christoph Waltz foi visto a semana passada em estúdio a filmar cenas como Blofeld, o vilão revelado por "007 Spectre".

A estreia em Portugal em Portugal está marcada para 9 de abril de 2020.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.