As imensas potencialidades do final de
«Promessas Perigosas» não passaram despercebidas ao seu realizador,
David Cronenberg, que pela primeira vez está a avançar a sério com uma sequela a uma obra de sua autoria, em que voltará a reunir-se com
Viggo Mortensen e
Steven Knigth, o protagonista e argumentista do «thriller» original que dedicou à máfia russa.

A novidade surgiu em declarações recentes à MTV, em que o cineasta canadiano sublinhou que «estou pela primeira vez numa situação em que quero fazer uma sequela de alguma coisa. Nunca antes tive o desejo de fazer isso. Mas neste caso, acho que temos ainda muito a fazer com aquelas personagens. Penso que havia muito mais para explorar em Nikolai [a personagem de Mortensen] e fizemos imensa pesquisa, mais do que alguma vez conseguiríamos colocar num único filme».

Quanto ao argumento, ainda não foi definido em que rumo seguirá. «Tenho ideias muito forte sobre o que gostaria de ver», assegurou o realizador. «Se tudo correr bem, Steve escreverá um excelente argumento. Se gostarmos todos, avançamos».

Actualmente, Cronenberg está prestes a iniciar a rodagem de
«The Matarese Circle», protagonizado por uma dupla de luxo,
Tom Cruise e
Denzel Washington, e baseado num romance de espionagem de
Robert Ludlum, o autor da série literária de Jason Bourne.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.