"Maléfica: Mestre do Mal" é mais um filme da Disney que estreou em primeiro lugar nas bilheteiras dos EUA, mas acabam aí as boas notícias para o estúdio.

Numa desilusão rara, o filme arrecadou apenas 36 milhões de dólares, abaixo dos modestos 43 a 45 que já eram previstos pela própria Disney, apesar de um grande lançamento em 3D e dominar as salas IMAX e em 4D.

O estúdio terá investido 185 milhões de dólares, o que não inclui o marketing, mas o resultado é praticamente metade do que conseguiu o primeiro filme com Angelina Jolie no verão de 2014 (69,4 milhões), cujo sucesso os analistas acreditam que lançou definitivamente o estúdio na estratégia de recuperar ou reimaginar os seus clássicos de animação.

Ao contrário do que é habitual com as produções do estúdio, "Maléfica: Mestre do Mal" dependerá das resultados internacionais e aí há razões para otimismo porque já arrecadou 117 milhões (inclui a estreia em Portugal).

A outra grande estreia da semana foi "Zombieland: Tiro Duplo", que ficou em terceiro lugar, com 26,7 milhões, o que é consistente com os 24,6 milhões que conseguiu há dez anos a estreia do primeiro filme com Woody Harrelson, Jesse Eisenberg, Emma Stone e Abigail Breslin.

Os analistas adiantam que é um bom indicador para chegar ao lucro, pois o orçamento foi de 48 milhões (estreia esta semana em Portugal).

Em segundo lugar ficou "Joker", que continua a superar as expectativas: além dos 29,2 milhões arrecadados no terceiro fim de semana de exibição e um total americano de 247 milhões, as receitas mundiais vão nos 737 milhões.

Trata-se de uma vitória em toda a linha nas bilheteiras para o projeto do realizador Todd Phillips com Joaquin Phoenix, que foi considerado tão arriscado que o estúdio só quis disponibilizar um orçamento de 55 milhões.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.