A rivalidade entre a Disney e a Dreamworks vem desde os tempos da formação da segunda, em 1994, criada pelo triunvirato de
Steven Spielberg,
David Geffen e
Jeffrey Katzenberg, este último o anterior responsável pelo departamento de cinema do estúdio do Rato Mickey, do qual acabara de sair em ruptura com o seu então director máximo,
Michael Eisner.

A Dreamworks lançou-se logo de imediato numa política de produção de longas-metragens de animação liderada por Katzenberg, que tinha sido um dos principais responsáveis pelo ressurgimento da animação da Disney, que encontrou pela primeira vez um rival à altura nessa área, com uma política de promoção ultra-aguerrida e filmes de grande sucesso como
«Shrek» ou
«Madagáscar».

Acontece que, apesar do seu catálogo de sucessos (que inclui filmes oscarizados como
«Beleza Americana» e
«Gladiador»), a Dreamworks já esteve duas vezes à beira da falência e sempre necessitou de um parceiro para distribuir os seus filmes.

Aliás, já em 2008, a Dreamworks entrou num avultado acordo de parceria com um grupo indiano chamado Reliance, com o qual co-produzirá doravante todas as suas películas.

Agora, e após ter realizado parcerias com a Universal e com a Paramount, a Dreamworks acaba de assinar um acordo com a Disney para que esta distribua 30 filmes produzidos pela primeira, a partir de 2010 e ao longo de um período de seis anos.

De fora deste contrato está o departamento de animação da Dreamworks, que se individualizou como estúdio próprio em 2004, e cujos filmes, portanto, continuarão a ser distribuídos pela Paramount.

Bob Iger, actual responsável máximo pela Disney, sublinhou que «estamos muitíssimo satisfeitos por juntar forças com Steven Spielberg, cuja visão artística e empenho num cinema de qualidade são lendários. A DreamWorks tem um currículo com excelentes resultados criativos e comerciais sob a liderança de Steven e Stacey Snider e eu estou encantado por eles estarem agora associados à Disney».

Por seu turno, Spielberg devolveu o cumprimento, afirmando que «a Disney é o berço da animação e tem estado sempre mais perto da audiência mundial de qualquer outra companhia do mundo. Estou muito satisfeito por líderes da indústria como Bob Iger e Dick Cook se terem tornado nossos parceiros de distribuição. Este é um grande passo em frente para nós e para a Reliance».

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.