Derek Chase e John Conway são os assassinos mais letais do mundo e vão ter de juntar forças para combater o líder de um cartel de droga encoberto pela DEA, o orgão de controlo de narcotráfico do departamento de justiça dos EUA. O filme chamar-se-á
«Weapons» e será realizado por
Russell Mulcahy, cineasta cuja coroa de glória maior é o clássico de culto
«Duelo Imortal».

A película marca a primeira colaboração no cinema dos dois duros europeus que singraram em Hollywood. O belga
Jean-Claude Van Damme foi um dos grandes ícones do cinema de acção brutalista de finais dos anos 80 a partir do seu papel protagonista em
«Força Destruidora» (1988), com sucessos como
«Duplo Impacto» (1991),
«Máquinas de Guerra» (1992) e
«Timecop – Patrulha do Tempo» (1994). A partir do fracasso de
«Street Fighter – A Batalha Final» (1994), a sua carreira entrou em queda livre e no abismo dos filmes directos para «home vídeo», de que ainda não conseguiu sair. Apesar de muito recentemente ter sido elogiado no circuito do cinema independente pelo filme
«JCVD» (2008), em que se interpreta a si próprio, a recusa do actor em participar em «The Expendables», de Sylvester Stallone, parece continuar a limitar o renascer da sua carreira.

Quanto a
Vinnie Jones, o ex-futebolista britânico conhecido pela sua brutalidade em campo, conseguiu capitalizar na imagem de homem duro na Sétima Arte, onde entrou pela mão de Guy Ritchie em
«Um Mal Nunca Vem Só» (1998) e
«Snatch – Porcos e Diamantes» (2000). A partir daí, tem criado um nicho em filmes de acção como
«A Máquina» (2001) e
«Os Condenados» (2006).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.