John Travolta continua em maré de azar e o seu novo filme é o ponto mais baixo: "The Fanatic" é a pior estreia da sua carreira.

Segundo o The Hollywood Reporter (THR), o "thriller" realizado por Fred Durst, o vocalista dos Limp Bizkit, arrecadou apenas 3.153 dólares no dia de estreia em 52 salas de cinema nos EUA, o equivalente a menos de 2864 euros ao câmbio de quarta-feira.

O valor dá uma média de 60 dólares por sala, menos de 55 euros. Algumas salas indicaram receitas de 10 dólares ou menos, com o melhor resultado a serem 736 dólares nas salas do Arena Cinelounge, em Hollywood (o preço médio de um bilhete nos EUA foi de 9,11 dólares, ou 8,27 euros, em 2018).

Baseado na estreia, o THR avançava que o filme podia não chegar aos 15 mil dólares no fim de semana.

A distribuidora não divulgou os números finais e o Box Office Mojo, principal "site" público com os dados de bilheteira, não tinha o filme na sua primeira lista, em que o pior dos quase 50 títulos tinha receitas de 13 mil dólares.

Lançado uma semana antes de ficar disponível nas plataformas digitais, "The Fanatic" é o quarto grande fracasso consecutivo de John Travolta, após os já esquecidos "Killing Season" (de 2013, que arrecadou 40 mil dólares), "In a Valley of Violence" (2016, menos de 54 mil dólares) e "Gotti" (2018, 4,3 milhões de dólares).

O filme conta a história de um obsessivo fã de cinema e baseia-se em eventos que aconteceram com Fred Durst, quando foi perseguido por um admirador dos Limp Bizkit.

Travolta, estrela de "Febre de Sábado à Noite" (1977) e "Brilhantina" (1978), passou por uma crise na carreira antes de Quentin Tarantino famosamente o trazer de volta em "Pulp Fiction" (1994). Mas nos anos mais recentes, a maioria dos seus filmes foram lançados diretamente no mercado de vídeo: os últimos sucessos comerciais no cinema em que teve papel de destaque são de 2007, quando estrearam a comédia "Porcos & Selvagens" e o musical "Hairspray".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.