A sequela de "Prometheus" vai chamar-se "Alien: Paradise Lost” [Alien: Paraíso Perdido], revelou o seu realizador, Ridley Scott.

"Paradise Lost" é o nome de uma importante obra poética de 1667 da autoria de John Milton, um dos mais importantes intelectuais ingleses do século XVII.

O projeto não vai apenas pedir emprestado o título pois o enredo também usará como inspiração a história, contada em dez cantos, do confronto entre Deus e Lúcifer.

Durante a promoção em vários países do seu mais recente filme, "Perdido em Marte", Ridley Scott tem levantado a ponta do véu sobre o trabalho que começa a rodar em fevereiro do próximo ano.

Uma das novidades é que ainda vai demorar até ser feita a ligação com o universo da história de "Alien, o Oitavo Passageiro", de 1979.

“Não será no próximo. Poderá acontecer no terceiro ou, quem sabe, no quarto filme antes de voltarmos à saga "Alien”", revelou o realizador, acrescentando:  “O objetivo disto é explicar a saga "Alien" e o como e porquê da criação do próprio Alien. Sempre vi o Alien como um tipo de arma biológica. Para mim, a nave original que chamo de Croissant era uma nave de guerra que continha estas criaturas biocibernéticas destinadas a destruir."

Michael Fassbender e Noomi Rapace estão confirmados em "Alien: paradise Lost", que deve chegar às salas de cinema a 30 de maio de 2017, sendo provável que nesse ano também estreie um quinto filme oficial "Alien", realizado por Neill Blomkamp ("Distrito 9", "Chappie"), com Sigourney Weaver a regressar como Ellen Ripley.

Reveja o trailer de "Prometheus".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.