No final de julho, Jennifer Lopez festejou os 50 anos, mas uma grande prenda chegou com atraso: um novo filme com a melhor estreia nas bilheteiras da sua já longa carreira como atriz.

"Ousadas e Golpistas" arrecadou 34 milhões este fim de semana nos EUA, batendo facilmente (mesmo contando com a inflação) os 23 da abertura da sua comédia "Uma Sogra de Fugir", de 2005.

Entrou para o segundo lugar nas bilheteiras, apenas atrás dos 40,7 milhões da segunda semana de exibição do filme de terror "IT: Capítulo 2".

O resultado é o culminar das críticas saídas do Festival de Cinema de Toronto, que tiveram um impacto tão grande que já se fala que Jennifer Lopez pode entrar na corrida aos Óscares como atriz secundária.

Além disso, houve muita promoção nas redes sociais das suas estrelas, como Constance Wu ("Asiáticos Doidos e Ricos", "Fresh Off the Boat"), Keke Palmer ("Scream Queens", "Star") e, em pequenos papéis, Cardi B e Lizzo.

Inspirado por um artigo viral da New York Magazine, o filme conta a história de um grupo de strippers que criam uma estratégia, aparentemente imparável, para extorquir dinheiro dos corretores de Wall Street.

Já "O Pintassilgo", esperança para a corrida aos Óscares do estúdio Warner Bros. com Ansel Elgort e Nicole Kidman, é considerado uma das piores "bombas" comerciais deste ano: apenas conseguiu 2,6 milhões de dólares na estreia, abaixo dos 8 a 11 previstos pelos analistas, contra um orçamento de 45 milhões.

"Ousadas e Golpistas" estreia em Portugal dia 26 e "O Pintassilgo" já está em exibição.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.