Apesar de ter jurado que a despedida aconteceu com "Logan" o ano passado, sempre que Hugh Jackman tem algo pronto a estrear nos cinemas, surge a pergunta se voltará a ser Wolverine.

Aconteceu com "O Grande Showman" e agora com "The Front Runner", onde é dirigido por Jason Reitman no papel de um político candidato às presidenciais dos EUA envolvido num escândalo sexual.

Questionado pelo Yahoo Entertainment se ter Reitman à frente do projeto poderia levá-lo a mudar de ideias, Jackman perguntou com um sorriso: "Foi o Ryan Reynolds que lhe pediu para fazer esta pergunta? Porque parece uma pergunta encomendada".

"Adoro o Jason Reitman e na verdade, apesar de tudo o que digo, sabem que adoro Ryan Reynolds. Mas neste momento, Ryan, lamento amigo, mas vais ter de te esforçar mais", esclareceu o ator de 49 anos.

Ryan Reynolds tem sido, pelo menos em público, um dos que tem feito mais pressão para o amigo voltar ao lado da sua personagem Deadpool, embora reconheça que, entre os dois, o entusiasmo só tem vindo de um lado.

A anunciada fusão entre os estúdios Disney, proprietária da Marvel, e Fox, que tem os direitos da saga "X-Men", vai tornar possível finalmente juntar o Wolverine e Deadpool aos Vingadores.

Em dezembro, Hugh Jackman disse que o que acontecer será com outro ator: "Penso que, infelizmente, já perdi esse barco, mas para outra pessoa qualquer gostaria de ver lá o Wolverine".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.