Em comunicado enviado à Lusa, a Fundação Fernando Leite Couto, criada em honra do poeta moçambicano e pai do escritor Mia Couto, refere que o "L´Atelier" visa incentivar jovens talentos nas artes visuais e serve como plataforma para que os jovens artistas emergentes se afirmem na arena da arte africana.

"Tem sido, ao longo dos anos, um instrumento preponderante no lançamento de muitas carreiras no campo das artes visuais", indica a nota de imprensa.

O reconhecimento atribuído pelo "L´Atelier", continua o comunicado, tem um efeito duradouro na carreira dos artistas vencedores, que procuram desenvolver o seu talento entre artistas internacionais de todos os cantos do globo e ajudam a lançar uma carreira promissora.

Além de Moçambique, a edição deste ano irá contemplar jovens artistas, com idades entre 21 e 35 anos, de nove países africanos, informa a Fundação Fernando Leite Couto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.