O concerto a solo do pianista britânico, cujos bilhetes custam entre 20 e 25 euros, é o ponto alto da Gala das Figuras, ocasião em que serão também entregues dez prémios a personalidades que marcaram uma década de atividades do teatro, entre as quais, Rodrigo Leão, Diogo Infante e o músico brasileiro Tom Zé, mas também a conjuntos como a Orquestra Clássica do Sul e a Companhia de Dança do Algarve.

Segundo o diretor-delegado do Teatro das Figuras, Joaquim Guerreiro, as comemorações prosseguem no dia 01 de julho com uma programação gratuita, que inclui visitas guiadas aos bastidores do teatro, durante o dia, e um DJ Set de Xinobi, artista português ligado às sonoridades house e disco, a partir das 22:00 no "foyer" do teatro.

A escolha de Michael Nyman, que pela primeira dá um concerto em Faro, deve-se ao facto de a organização querer apresentar ao público "um nome conceituado e uma referência internacional da música" para comemorar uma década da sala de espetáculos, inaugurada em 2005, ano em que Faro foi capital nacional da cultura.

Para o presidente da Câmara de Faro, a abertura ao público do Teatro das Figuras veio alterar o panorama artístico e cénico não apenas na cidade, mas de toda a região, tendo contribuído para ajudar a formar públicos e a criar hábitos de cultura que antes não existiam em Faro e nas cidades vizinhas.

"Hoje esta é a mais importante sala de espetáculos do Algarve, desde logo pela sua dimensão, mas também pela versatilidade do equipamento, que permite a apresentação das mais variadas e complexas produções e eventos, em condições de excelência", refere Rogério Bacalhau, classificando Faro como "a capital cultural do Sul do País”.

De acordo com Joaquim Guerreiro, durante estes dez anos, o teatro recebeu 1.070 sessões de espetáculos das mais variadas artes, ultrapassando os 350.000 espetadores.

Com capacidade para 765 espetadores, a sala de espetáculos tem uma taxa de ocupação média de 55%, ou seja, de 335 espetadores por sessão, acrescentou.

Para o ano de 2015, o teatro tem um orçamento de 850 mil euros, maior do que em anos anteriores devido às intervenções de renovação dos sistemas de luz, som e de maquinaria que estão em curso.

Segundo aquele responsável, a renovação está praticamente terminada, faltando ainda intervir na área da multimédia e melhorar o pequeno auditório, que tem capacidade para 130 lugares.

O Teatro das Figuras foi inaugurado em 2005 e foi gerido até 2012 por uma empresa municipal, extinta nesse ano. É atualmente o único teatro do país a funcionar como um serviço municipalizado da Câmara de Faro.

@Lusa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.