A escritora e ilustradora britânica Judith Kerr, autora do famoso livro infantil "The Tiger Who Came to Tea ", que vendeu milhões de exemplares em todo o mundo, morreu aos 95 anos, anunciou a sua editora esta quinta-feira.

"Com grande tristeza, temos que anunciar a morte de nossa amada autora e ilustradora, Judith Kerr", anunciou a editora britânica Harper Collins no Twitter.

Nascida em Berlim em 1923, Kerr fugiu da Alemanha com a sua família no início da década de 1930, depois que um polícia avisar o seu pai, o proeminente escritor judeu Alfred Kerr, de que eles estavam sob a ameaça do crescente poder nazis.

Primeiro refugiaram-se em Paris antes de se estabelecerem em Londres em 1936.

Autora de muitos clássicos da literatura infantil, como "When Hitler Stole Pink Rabbit" ["Quando Hitler roubou o coelho cor de rosa", em tradução literal] e "Mog", Kerr morreu em casa na quarta-feira "depois de uma breve doença", informou a sua editora.

Kerr, uma das escritoras mais queridas da literatura infantil no Reino Unido, continuou a trabalhar até os 90 anos e no ano passado disse, numa entrevista à AFP, que acelerara o ritmo do seu trabalho na velhice, inspirando-se em eventos da sua longa vida.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.