"Sério, concentrado, com fato e gravata, ao lado de 'O Boxeador das Termas', uma maravilhosa estátua e uma das mais belas obras do museu romano do Palazzo Massimo. É sua primeira aparição pública em dois anos", divulgou o jornal.

"Kevin Spacey escolheu Roma, com sigilo, em segredo absoluto, sem aviso prévio, concordando em ler perante alguns espectadores um poema de Gabriele Tinti", um poeta italiano contemporâneo, "que deu 'voz' à estátua", acrescentou.

As ações judiciais contra Spacey, acusado de atentado ao pudor e de assédio sexual no estado americano de Massachusetts, foram arquivadas há 15 dias, mas ainda são investigadas nos Estados Unidos e Inglaterra.

A carreira do ator de 60 anos está parada desde que as primeiras acusações por assédio sexual contra ele foram feitas, em novembro de 2017.

A onda de denúncias contra Kevin Spacey surgiram na sequência do movimento #MeToo, levou muitas mulheres a denunciar ações de violência sexual e que começou como resultado do caso do produtor cinematográfico Harvey Weinstein.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.