Kyle Yorlets, cantor norte-americano e vocalista da banda Carverton, foi assassinado há uma semana perto de sua casa, em Nashville, nos Estados Unidos, no decorrer de um assalto. Segundo o Daily Mail, o crime terá sido cometido por um grupo de cinco crianças, com idades compreendidas entre os 12 e os 16 anos.

A imprensa norte-americana avança que os cinco suspeitos foram detidos na passada sexta-feira. Os jovens com mais de 13 anos foram identificados publicamente.

O gang, composto por dois rapazes e três raparigas, terá tentado roubar o carro ao músico, que foi atingido a tiro enquanto tentava defender-se.

As autoridades locais acreditam que o grupo poderá estar ligado a outros assaltos na cidade norte-americana. "Nenhum dos cinco indivíduos é um estranho do sistema ou deste departamento de polícia", revelou o porta-voz da polícia de Nashville, Don Aaron.

A banda de Kyle Yorlets preparava-se para lançar o primeiro disco, "Chasing Sounds". Nas redes sociais, os colegas do músico de 24 anos já reagiram à sua morte. "Perdemos o nosso irmão e colega de banda, Kyle Yorlets, a 7 de fevereiro de 2019. Estamos em choque e a tentar voltar à realidade que agora se nos apresenta. Estamos de coração partido. Aqui ficam as nossas condolências à família e entes queridos dele e a todas as vidas que ele tocou. Nunca vamos esquecer o Kyle e apesar de ele ter partido demasiado cedo o legado dele está aqui para ficar", escreveu o grupo no Facebook.