O regresso de Madonna aos MTV Music Video Awards tem dado que falar. Depois das críticas ao discurso onde recordou Aretha Franklin, a rainha da pop tem sido acusada de apropriação cultural, por te utilizado jóias e roupas ligadas ao povo Amazigh, do norte de África.

Para a cerimónia dos prémios, que decorreu na segunda-feira, em Nova Iorque, a artista usou um vestido preto, um quimono amarelo e laranja e vários outros adereços, como uma fita na cabeça e colares.

Camila Cabello

Para alguns internautas, ao usar os trajes, Madonna estava a coroar-se como “rainha berbere”. Segundo a National Public Radio, a artista tem sido criticada por especialistas. “É insultuoso as pessoas dizerem: 'o que é que ela tem vestido?'. E gozarem sem tentar descobrir mais sobre isso”, frisou Cynthia Becker, professora de arte africana e especializada no povo Amazigh daUniversidade de Boston.

De acordo com a NPR, a forma aleatória como Madonna colocou a roupa e os adereços também tem sido criticada por dar a entender que é apenas mais um vestido extravagante.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.