Banksy publicou na terça-feira na sua conta no Instagram um vídeo em que é possível ver um homem a vestir um fato de proteção químico branco, máscara e óculos de proteção, que poderia ser o artista, a desenhar ratos - o seu animal fetiche - nas estações de metro londrinas.

A obra do artista, cuja identidade nunca foi revelada, foi batizada de "Se não usas máscara, não percebeste nada".

Segundo a BBC, quando a obra foi revelada no Instagram, já havia sido apagada pelas equipas de limpeza da Transport of London (TfL), que opera os transportes públicos da capital britânica, que "ignoravam" que as imagens eram da autoria de Banksy.

"Foi tratada como qualquer outro grafitti no metro", explicou uma fonte da TfL à emissora pública. "O trabalho das equipas de limpeza é fazer com que o metro fique limpo, principalmente no atual contexto" de pandemia.

Contactada pela AFP, a TfL explicou que "a obra foi retirada há alguns dias conforme a nossa política rigorosa antigrafitti".

"Gostaríamos de oferecer a Banksy a oportunidade de realizar uma nova versão da sua mensagem para os nossos clientes num lugar apropriado", completou um porta-voz.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.