Segundo o Mashable, agora há uma solução: em Sydney, na Austrália, abriu um clube noturno onde apenas podem entrar pessoas com mais de 40 anos. E toda a música que lá toca é dos anos 1960, 1970 e 1980.

"A ideia é que não pode entrar quem tenha menos de 40 anos. Assim, todos podem exercer o direito de ter mais de 40 anos e festejar, sem ter de se preocupar com os millennials", frisou Steve Clisby, responsável pelo espaço, acrescentando que "não há nada semelhante na Austrália". "Ser mais velho é cool", defende, em comunicado.

O Mashable defende também que a geração que nasceu antes de 1980 é a única que sabe realmente aproveitar uma festa ao som de Prince, Kool & the Gang ou Michael Jackson.

Homem a dançar Homem a dançar

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.