A gala de premiação do maior concurso musical de que o país dispõe, Ngoma Moçambique organizado pela Rádio Moçambique, no seu trigésimo aniversário, foi marcada por surpresas, relativamente aos vencedores das principais categorias no Pavilhão do Desportivo, onde concorriam colossos como, por exemplo, banda Ghorwane, Mr. Bow, Ubakka e Lizha James - artistas que não venceram.

Pelo menos 400 candidaturas foram submetidas à avaliação do júri, tendo sido apurados 60 concorrentes para a fase regular. Destes, apenas 12 artistas chegaram à finalíssima.

Segundo o programa dado à imprensa pela organização, as premiações compreendiam: Prémio da melhor canção, canção popular, canção mais votada, melhor voz masculina e feminina, o prémio carreira, o prémio revelação feminina e masculina”.

Os vencedores foram apurados através de um voto popular, avaliação de um júri, de locutores de rádio e DJ´s.

Alguns vencedores do Ngoma 2017
Alguns vencedores do Ngoma 2017 créditos: Txiling

Entretanto, importa evidenciar que para além dos cheques atribuídos aos vencedores,  a South Africa Tourism patrocinou o evento oferecendo 300 mil randes (equivalente a mais de um milhão de meticais) aos Ghorwane, por terem valorizado a cultura moçambicana não só no território nacional, mas também além fronteiras. Coube ao embaixador da África do Sul em Moçambique entregar este prémio aos “Bons Rapazes”, estes que vão a aquele país vizinho para participar do festival World Choir Games, em Julho.

Nesta senda, a South Africa Tourism foi mais avante nas suas ofertas, chamando o vencedor da categoria canção mais votada, Kota Balú, para atribuir 2.500 randes.

Eis a lista dos vencedores e respectivas categorias:

Revelação feminina - Bety

Revelação masculina - Valdemiro Albino

Prémio carreira – Salimo Muhamded (atribuído a músicos com mais de 25 anos de carreira)

Melhor voz feminina - Xixel Langa

Melhor voz Masculina – Waka Sitoi

Canção mais votada – Kota Balú (Very Nice)

Canção mais popular – Lorena Nhate

Melhor canção – Cambezo (Utumbi)