Este evento propõe transformar, entre os dias 15 e 19 de Maio, a cidade de Maputo numa verdadeira capital da diversidade artística e cultural, ao unir a  música, artes plásticas, gastronomia, diálogos, encontros, convergência e muitas experiências que tornam a Cidade das Acácias mais energética.

No cartaz, citam-se alguns nomes de artistas estrangeiros, como o rapper NGA, dos Força Suprema, de Portugal, Nelson Freitas, cabo-verdiano naturalizado na Holanda, Marcelo D2, do Brasil, Moonchild Sannely, da África do Sul.

Da terra, a Khuzula, organizadora deste evento, juntou alguns dos mais importantes nomes do país, como é o caso de Mr. Bow, Marllen, Isabell Novela e, para variar o estilo, o rapper Kloro, da extinta Trio Fam.

O concerto vai servir também para homenagear o músico zimbabweano Oliver Mtukudzi, artista falecido a 23 de Janeiro deste ano, vítima de doença e que segundo a organização seria uma das grandes atracções do festival este ano, depois de ter estado no Palco Fany Mpfumo em 2014.

Azgo 2019

Para recordar “Tuku” e a sua obra, num concerto agendado para o palco principal do Festival AZGO no Campus da Universidade Eduardo Mondlane, juntar-se-ão Black Spirts (África do Sul) Stewart Sukuma, Xixel Langa, Yolanda Kakana, Kaliza (Moçambique) e Mbeu (Zimbabué).

Além destes espectáculos, a organização vai também levar ao bairro da Mafalala uma parte da sua programação.