Para celebrar esta efeméride, o SAPO Txiling compilou 9 vídeos lançados em 2017 por artistas moçambicanos que ganharam mais destaque. É importante, antes de mais, salientar que a sequência da lista que segue não obedece nenhuma ordem hierárquica. Os critérios de selecção foram criatividade, representação precisa da história e, como não podia deixar de ser, a qualidade da realização de cada um.

1. Sétimo Dia - Azagaia

Este é, sem dúvidas, um dos maiores trabalhos audiovisuais do mano Azagaia. “Sétimo Dia” é um repúdio à intolerância política a que se assistiu no país, concretamente aquando da morte do antigo edil de Nampula e membro do MDM (Movimento Democrático de Moçambique) Mohamudo Amurrane. Edson da Luz nome civil de Azagaia, superou todas as suas formas de representar sofrimento, nostalgia, fome, analfabetismo, liderança entre outros.

2. Na Bonga Papa - Lourena Nhate ft Ringo

Certamente, não existe pai algum que ouça a música deste vídeo e não se sinta exaltado ao extremo. Lourena Nhate chega a incomodar as feministas (já que as mães são sempre as que melhor cuidam dos seus filhos) ao, surpreendentemente, exaltar os feitos dos pais ao lado de um grande ícone da música sul-africana e do resto do continente, Ringo. Enfim, Nhate, fruto de um reality show, fala do sofrimento pelo qual o seu progenitor passou durante a sua formação como pessoa e agradece pelo amor incondicional. Actualmente, “Na Bonga Papa” expressão do changana que significa “agradeço-te pai” é quase que um hino para as noivas e graduadas.

3. I´m Ready – Mr. Bow

Vídeo filmado na vizinha África do Sul, do auto-intitulado King de Moçambique, ‘I’m Ready’ destaca-se por retratar de forma fiel a história. Neste trabalho, Mr. Bow aparece como um homem verdadeiramente realizado que não poupa esforços para mostrar o quão a sua felicidade depende da sua parceira. Casas, carros e vestes luxuosos dão brilho à declaração de amor à modelo sul-africana de se “olhar e lamber os olhos”, como diria Mia Couto.

4. Tsova - Liloca

Com o vídeo “Tsova” (partir ou quebrar, em português), Liloca usou a força do seu talento para minimizar ou talvez acabar com as críticas que pesavam sobre si, inerentes à separação do seu actual parceiro Mr. Bow da sua ex-esposa, a célebre empresária Maria de Lurdes. A história começa com discursos de fãs, admiradores e seguidores da cantora de diferentes classes sociais e faixas etárias, em diversos cenários, expressando o seu amor pela sua idolatrada.

Entretanto, Liloca apimentou o vídeo com o episódio de uma festa de casamento, mas a cereja no topo do bolo foi a execução do passo de dança originário do Brasil, que veio a corroborar com o título da história que se queria transmitir. Outro aspecto a ressaltar, é a sensualidade trazida pela cantora e suas bailarinas ao dar pedaladas provocantes, gestos que chegam a superar os que já foram feitos pela cantora Ariana Grande no vídeo ‘Side to Side’.

5. Ta se Numa Nice - Bang Entretainment

Mesmo albergando fortes artistas do R&B, rap e marrabenta, Bang Entretenimento é sinónimo de pandza, misturada com dança e festa. É a segunda marca musical após o “Reencontro” daquela que é vista como a maior label de todos os tempos em Moçambique. “Ta se numa nice” é uma obra em que pelo número dos integrantes da Bang, não era novidade que tivesse uma sequência desordenada ou “roubos de cena”. Enfim, todos os intervenientes portaram-se com muita maturidade e certo “imperialismo” no mercado neste regresso.

6. Mussakaze – Ghorwane ft DJ Ardiles

É uma banda que pouco aposta em videoclipes, mas a grandeza do tema “Mussakaze” do álbum Kukavata fez com o projecto “Olhar Artístico” oferecesse seus serviços para materializar em imagem a história trazida pelos Bons Rapazes que, na nossa óptica, é uma autêntica lição de moral para a boa gerência de problemas que assolam relações conjugais. Este vídeo entra para os nossos 9 vídeos mais badalados de 2017 pelo facto de geralmente as obras desta banda serem consumidas por apreciadores da velha escola. É surpreendente como o mesmo tema popularizou o álbum Kukavata, sendo cantada até por crianças.

A ideia do projecto Olhar artístico também foi ao encontro desta inclusão de faixas etárias na realização do vídeo. Aliás, essa inclusão nota-se sem esforço apenas com a participação de DJ Ardiles, um dos percursores do pandza.

Veja o vídeo AQUI

7. Casamento - MC Roger ft Mr. Bow

A união, pela primeira vez, do King e do Patrão foi alvo de críticas, alegando que os dois cantores poderiam ter-se esforçado mais. Contudo, o lançamento do vídeo veio agregar valor à música outrora vista como ‘fraquinha’ para aquilo que têm vindo a lançar. MC e Bawito conseguiram espalhar o amor, tal como prometeram na intro do vídeo, na festa de um casamento que contou com alguns artistas da praça.

8. Chimele – Ubakka

Uma das maiores qualidades deste trabalho é a simplicidade. Ubakka preferiu narrar mais uma das suas histórias de amor num jardim, com adereços que vão completamente ao encontro da sua composição. É óbvio que este é um daqueles vídeos em que a escolha da modelo contribuiu significativamente para a beleza da história.

9. Vamo que Vamo – Hot Blaze ft Hernâni

Antes de entrar para New Joint e ser um dos nomes obrigatórios a citar quando o assunto é R&B, Hot Blaze já era dançarino. Disto poucos sabem. Daí a surpresa ao ver um Blaze completamente dedicado a mostrar o seu outro lado, executando alguns dos passos mais conhecidos do Rei do Pop Michael Jackson. Blaze aproveitou-se da instrumental deste tema para provar com que é multifacetado.

Veja o vídeo AQUI.