Depois de sete anos sem canções novas, os Snow Patrol regressaram com um novo disco - "Wildness" chegou no final de março de 2018 e sucede a "Fallen Empires", de 2011. Sete anos depois, a vida na terra ("Life on Earth", canção que abre o disco) mudou e o mundo da música sofreu várias transformações com o aumento da popularidade dos serviços de streaming e das redes sociais.

No intervalo de sete anos, a banda que junta elementos da Irlanda e da Escócia esteve mais afastada dos holofotes da fama. Este ano, os Snow Patrol voltaram às novas canções e à estrada - depois da breve passagem pelo NOS Alive, em julho, o grupo regressa a Portugal a 16 de fevereiro, para um concerto no Campo Pequeno, em Lisboa.

O que significou esta pausa de sete anos? Em entrevista ao SAPO Mag, o vocalista Gary Lightbody falou sobre esta pausa, durante a qual lutou contra a depressão e contra o alcoolismo.

"Acho que é uma nova era dos Snow Patrol, de certa forma. Mas por outro lado, é apenas uma continuação do que iniciámos há 24 anos, no começo da banda em 1994. No próximo ano, vamos celebrar 25 anos desde que começámos a tocar. Acho que estamos a dar continuidade e, ao mesmo tempo, as coisas mudaram porque estivemos parados tanto tempo entre os álbuns - mudou para nós e para a forma como as pessoas consomem música; há toda uma nova geração de fãs de música", frisou o músico em conversa com o SAPO Mag.

O novo disco "Wildness", que surge depois de um intervalo de sete anos, é um "novo panorama para os Snow Patrol". "Mas, no fundo do meu coração, continua a ser a mesma banda que deu os primeiros passos há 25 anos", acrescenta.

SNOW PATROL

Para Gary Lightbody, as novas canções são o reflexo de um período menos bom da sua vida, em que teve de lutar contra as dependências. Mas a fase mais negativa, resultou nas melhores canções da banda, garante o vocalista. "O novo disco é o nosso álbum mais ambicioso. É o álbum de que mais me orgulho e que tem as minhas canções favoritas. Tem as canções que mais gostei de compor. 'Life on Earth', 'Soon', 'Empress', 'A Youth Written in Fire' e 'Life and Death' são canções que eu espero que fiquem na memória das pessoas. Foi o mais complicado de fazer, mas acho que é o que mostra a melhor versão dos Snow Patrol", sublinha.

"Life on Earth" é o tema que abre o mais recente disco da banda e demorou cinco anos a ser finalizada. "Acho que  'Life on Earth' é a melhor canção que já escrevi... por muitas razões. Demorei cinco anos a compor 'Life on Earth' - comecei em no início de 2013 e foi a última canção a ser terminada. É uma canção sobre a vida e provavelmente a canção mais difícil que já escrevi. Foi também a canção que me deu a maior alegria quando a ouvi e quando a tocarmos ao vivo vai ser ser uma boa celebração e uma experiência libertadora", revela o músico ao SAPO Mag.

"Tudo neste álbum é honesto, é o mais honesto que fiz. Eu não escondi nada, todos os meus demónios estão neste disco. Toda a esperança e toda a energia está neste álbum. Não é um disco triste, nem nada disso... mas surgiu de momentos que foram difíceis para mim. E quero que as pessoas sintam isso quando tocarmos ao vivo, quando as pessoas ouvem o álbum. Espero que se sintam tocados pelas canções", acrescenta Gary.

Depois do estúdio, as canções de "Wildness" saltaram para os palcos e serão apresentadas ao vivo em Lisboa, no Campo Pequeno. Para o vocalista, fazer uma digressão "tem coisas muito boas". "Estamos todos juntos novamente e isso é fantástico - não aconteceu muito nos últimos sete anos. Foi difícil estarmos mais afastados porque durante muito tempo estivemos muito próximos. Nos últimos 24 anos, fizemos várias digressões e é bom estar de volta. É bom dar a volta ao mundo e conhecer sítios diferentes. E vai ser excelente voltar a Portugal, estamos ansiosos", frisa.

"O concerto em Portugal, em Lisboa, será o último da nossa digressão e vai ser uma espécie de festa para celebrar estes meses na estrada. Estou mesmo entusiasmado e vai ser muito bom apresentar o nosso espetáculo completo em vários sítios - estamos em digressão desde abril, mas fizemos concertos mais pequenos e em festivais", confessa o músico, revelando ainda que a canção que mais gosta de tocar ao vivo é "Heal Me": "É um tema que funciona muito bem ao vivo e é o meu momento favorito, sem dúvida".

"Vai ser um concerto excelente, vamos estar juntos e vamos dar o nosso melhor. Vamos apostar num alinhamento forte, com sucessos e com as novas canções. Vamos, claro, tocar as canções antigas e apresentar as novas. Será uma viagem pelos temas da nossa carreira. Estamos mesmo entusiasmados por voltar a Lisboa", sublinha Gary Lightbody.

snow patrol

Desde os 18 anos, a música tem estado na vida pessoal e profissional do vocalista dos Snow Patrol. "A música é tudo para mim. A música é tudo na minha vida desde criança e tem feito parte de todas as partes da minha vida. Formei os Snow Patrol desde os 18 anos e já passaram 24 anos. Exceptuando o nascimento da minha sobrinha, todas as coisas boas que aconteceram na minha vida foi por causa da música. A música curou-me, a música deu-me energia, a música apoiou-me quando estava triste e conheci pessoas tão extraordinárias através da música, conheci a maioria dos meus amigos por causa da música. É tudo na minha vida, é isso que significa para mim", confessa ao SAPO Mag.