Cornell foi premiado por "When Bad Does Good", derrotando os Arctic Monkeys e Greta Van Fleet.

"A sua voz foi a sua visão e a sua música foi a sua paz", disse a sua filha Toni enquanto recebia o prémio com o seu irmão.

Cornell foi encontrado morto no seu quarto de hotel em Detroit a 18 de maio de 2017 depois de um concerto com a sua banda principal, Soundgarden.

A morte foi classificada como suicídio, mas a esposa do artista disse que Cornell, que tinha conseguido recuperar-se uma década antes de problemas prolongados com drogas e álcool, não tinha mostrado tendências suicidas e que o seu comportamento poderia ter sido afetado por um medicamento receitado contra a ansiedade.

A família processou um médico de Beverly Hills que acusou de ter prescrito ao músico "de maneira negligente e repetida" substâncias que alteram a mente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.