O rapper norte-americano Tay-K foi condenado a 55 anos de prisão. O músico foi considerado culpado num caso de homicídio, em 2016.

Segundo a imprensa norte-americana, em 2016, o rapper invadiu a casa de Ethan Walker, de 21 anos, para fazer um assalto. Durante o roubo, o músico acabou por matar o jovem.

Tay-K  enfrenta agora uma pena de 55 anos e está obrigado a pagar 18 mil e 800 euros de indemnização, pelo homicídio e pelo assalto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.