Em comunicado, os Rolling Stones adiantam que os médicos de Jagger, de 75 anos, aconselharam o músico a tratar-se e referem que este "não pode sair em digressão neste momento", mas que esperam que "recupere totalmente" do problema, que não foi revelado.

A banda pede ainda desculpa pela situação e assegura que os ingressos já comprados podem ser utilizados "proximamente" no novo calendário de concertos.

Por sua vez, Jagger lamentou, numa mensagem na rede social Twitter, a sua indisposição, e disse aos seus fãs: "Odeio dececionar-vos desta maneira".

"Estou triste por ter de adiar a digressão, mas esforçar-me-ei para voltar [aos palcos] assim que possível. Uma vez mais, peço imensas desculpas a todos", escreveu.

Depois de terminar no final do ano passado a etapa europeia de "No filter", iniciada em 09 de setembro de 2017, os Rolling Stones tinham previsto realizar entre abril e junho a segunda fase da digressão, com 17 concertos previstos nos Estados Unidos e no Canadá.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.