O relatório médico de Los Angeles revela que Petty, que faleceu a 3 de outubro passado, aos 66 anos, morreu de maneira "acidental" por uma "intoxicação por mistura de drogas" opiáceas.

O documento cita narcóticos como fentanil, oxicodona, temazepam, alprazolam, citalopram e acetil fentanil.

Petty morreu uma semana após uma digressão para marcar os 40 anos da banda The Heartbreakers.

A família explicou que o vencedor de três Grammys atuou com um problema na bacia, que piorou à medida a que a viagem avançava.

Segundo um comunicado de Dana e Adria Petty, esposa e filha do cantor, "no dia da sua morte foi informado que tinha uma fratura completa e acreditamos que a dor era insuportável, o que causou o uso excessivo" de analgésicos.

"Foi um acidente lamentável", declarou a família, acrescentando que o artista sofria ainda de um enfisema e de problemas no joelho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.