Em entrevista à Entertainment Weekly, o autor dos livros que inspiraram a série "A Guerra dos Tronos", George R. R. Martin, disse que não irá mudar o final da história em função das opiniões dos fãs. "Não leio os sites dos fãs. Quero escrever o livro que sempre quis escrever. E quando sair, as pessoas podem gostar ou não", frisou.

Apesar da sua convicção, o escritor confessou que às vezes sente o impulso de alterar os rumos da narrativa. "Há uma tentação para mudar. É tipo: ‘Ai meu Deus, está estragado, tenho de inventar algo diferente’. Só que isso está errado. Porque se tens um final planeado e de repente mudas de direção só porque alguém descobriu ou não gostou, estragas a estrutura toda", explicou.

"A pressão que eu senti durante o outono foi a maior que já senti. De certa forma, ficou claro que eu não ia acabar até dezembro. Não queria simplesmente acabar, queria fazer isto da melhor forma possível", acrescentou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.