A Amazon cancelou a minissérie "Cortés y Moctezuma", que tinha Javier Bardem como protagonista e Gael García Bernal e Diego Luna como produtores executivos.

As filmagens do épico de quatro episódios tinham sido interrompidas em março por causa da pandemia, após duas semanas de rodagem no México.

A mesma razão levou agora a plataforma a decidir não retomar: com argumento de Steve Zaillian, que ganhou um Óscar com "A Lista de Schindler", tratava-se de uma produção gigantesca com cenários complexos a ocupar vários estúdios no México, réplicas de pirâmides e centenas de figurantes.

"Por causa dos constrangimentos às produções criados pela pandemia global da COVID-19, a Amazon Studios e a Amblin Partners não podem avançar com a produção de nossa série 'Cortés y Moctezuma'. Na situação atual, infelizmente não há como remontar a produção num futuro próximo para atingir a escala e dimensão que se pretendia e que a série merece", disseram as duas empresas em comunicado.

"Cortés y Moctezuma" contaria o confronto entre Hernán Cortés e o imperador asteca Moctezuma II, que terminou com a aniquilação do império asteca e uma civilização em apenas dois anos e meio.

A minissérie seria a maior produção em castelhano de todos os tempos e estava no topo das mais caras da Amazon. Com os protocolos de prevenção definidos para retomar as rodagens em segurança a aumentarem os custos em 10%, num país bastante atingido pela pandemia, o orçamento ficou proibitivo.

Descrito como um "projeto de paixão" para a Amblin, que começou a ser pensado em 2014 como um filme possivelmente realizado por Steven Spielberg, acredita-se que o estúdio poderá tentar ressuscitá-lo no futuro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.