Jair Bolsonaro, disse esta terça-feira que está infetado com o novo coronavírus, um dia depois de relatar sintomas e realizar um teste num hospital Militar, em Brasília. No final da conferência de imprensa, o Presidente do Brasil retirou a sua máscara.

Segundo a imprensa brasileira, a TV Record e a CNN Brasil confirmaram que decidiram colocar em quarentena os profissionais que entrevistaram  Jair Bolsonaro esta terça-feira, em Brasília.

Ao portal UOL, a Record destacou o afastamento do repórter Thiago Nolasco por sete dias como medida de prevenção. Os restantes profissionais irão fazer um novo teste à COVID-19 e só depois poderão regressar ao trabalho.

A CNN também confirmou o afastamento da sua equipa, que ficará em confinamento durante sete dias.

Em comunicado citado pelo UOL, a EBC (Empresa Brasil de Comunicação), que controla a TV Brasil, avançou ainda "que todos os seus profissionais que participaram na transmissão também foram afastados".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.