"Sinto que estou a sonhar e que se alguém me beliscar, vou-lhe dar um murro na cara", disse a cantora, ao lado do marido e dos dois filhos. "Sinto que muitas pessoas pensaram que iria para a passadeira da vergonha, mas olhem para mim, aqui estou eu", acrescentou.

Pink, cujo nome verdadeiro é Alecia Moore, relembrou o seu início no mundo da música e homenageou o pai que, segundo ela, a incentivou a seguir os seus sonhos.

Pink já esteve nomeada a 20 Grammys, tendo vencido três prémios ao longo da carreira. No próximo fim de semana, a artista poderá somar mais um galardão ao seu museu - "Beautiful Trauma" está nomeado para Melhor Álbum Vocal Pop.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.