Cada episódio do "The Daily" (aposta lançada em 2017) é escutado, em média, 2 milhões de vezes. Isso faz deste um dos 10 podcasts mais populares dos Estados Unidos.

Capitalizando a sua marca, conhecida mundialmente, o New York Times multiplica os novos projetos, que devem contribuir para a viabilidade de um modelo económico que mantenha a influência do jornal.

A primeira edição de "The Weekly" foi transmitida no domingo pelo canal a cabo FX (atualmente filial da Disney), e esta segunda-feira na plataforma de vídeo Hulu (também filial da Disney). O projeto é a primeira incursão do jornal no mundo da televisão.

O NYT é também o primeiro dos grandes jornais norte-americanos a lançar um programa de reportagens. Outros veículos como o Buzzfeed e a Vice já enveredaram por este caminho, mas estão presentes apenas no universo digital.

O "The Weekly", que também será transmitido no exterior, é produzido em conjunto com a Left/Right, produtora que assina a parte técnica do projeto, disse à AFP Sam Dolnick, encarregada dos projetos jornalísticos de áudio e vídeo do New York Times.

Cada episódio, que dura meia hora, parte do momento em que os jornalistas começam uma investigação e acompanha-os seu passo a passo.

"As pessoas querem saber quem são os jornalistas que contam essas histórias", explicou Dolnick. "Como se descobre o que sabem? Como confirmam isso?"

Dolnick garante, no entanto, que "The Weekly" não é um programa "sobre a forma como o New York Times cria um jornal", mas "um olhar sobre grandes temas da atualidade".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.